IMAGINE. LEIA. NAVEGUE.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Desafio (Pegadinha)


N/a: Gente, esse preference é baseado nos desafios que a página do Facebook "Gina Indelicada" faz. Achei engraçado e espero que vocês possam gostar também. Mil beijos.

Niall:
Desafio: Mandar a foto de um buquê de flores para ele e dizer que amou, que você está muito feliz e que não esperava isso dele.

Niall estava no estúdio quando mandei a foto. Não consegui parar de rir, imaginando qual seria a reação dele. Meu namorado demorou cinco minutos para visualizar a mensagem e, finalmente, responder. Corri para ver, claro:

"S/n, quem te mandou isso??????? Não fui eu!" Ele respondeu, e já parecia bravo.

"Ué, amor, chegou um cara aqui dizendo que tinham mandado me entregar. Pensei que fosse você, oras." Eu sendo cínica? imagina...

"Não estou gostando dessa história! Joga as flores fora. Depois eu vou descobrir quem foi o idiota. Quem não sabe que você está comigo? O mundo inteiro sabe!"

"Claro que não, Ni, não vou jogar fora! São lindas. Não vou fazer isso de jeito nenhum. E pode ter sido um amigo meu."

"Que mané 'amigo', S/n! São flores de outro homem. Não quero isso na sua casa." Mandou no mesmo instante, e depois acrescentou "tem alguém dando em cima de você? Fala a verdade! Eu não vou machucar ele não, só vou matar mesmo."

Gargalhei por um tempinho antes de falar a verdade:

"Brincadeira, amor. Ninguém me mandou essas flores hahaha, foi só uma brincadeirinha pra você ver que poderia fazer isso de vez em quando."

"Depois dessa brincadeira que você fez, nunca irei te dar um buquê de flores, lindinha, só para você aprender."

"Faz isso e eu te largo rapidinho por um cara que vai me dar flores sempre."

"Você não é nem doida de fazer isso."

"Não queira duvidar de mim, Niall Horan."

Louis:
Desafio: Ligar para ele de madrugada e falar que está na balada.

Pode parecer um desafio simples, mas semana passada, Lou disse que não gosta quando eu saio para lugares movimentados sem ele porque me acha ingênua com os outros garotos. Disse que eles tiram "proveito" de mim e eu acabo nem percebendo porque era muito simpática com eles. Claro que eu fiquei indignada e nós acabamos discutindo.
Só que hoje eu estava dando uma olhada no YouTube, e apareceu um vídeo de uma menina trollando seu namorado. Claro que eu vou fazer com o Louis, pensei nisso na mesma hora. Ele vivia pregando peças em mim, e essa foi uma oportunidade para uma pequena revanche. Porém, nossa briga de semana passada deixa a situação um pouco mais complicada. Ele vai ficar bravo.

-Por que me está me ligando agora? É uma hora da madrugada, S/n -Ele disse, mas sua voz não estava sonolenta.
-Você estava dormindo, amor? Desculpe, não queria te acordar.
-Não, eu não estava. Eu tô jogando video-game -Explicou- Que barulho é esse?

Antes de ligar para ele, eu liguei minha caixa de som e coloquei em uma música eletrônica qualquer, só para deixar mais real porque Louis não é uma pessoa fácil de enganar.

-Então... É sobre isso que quero falar com você.
-S/n, onde você está? -Indagou. Parecia que ele estava tentando manter a calma.
-Amor, primeiro saiba que estou me sentindo culpada.
-Você fez merda, não fez? Eu sabia, S/n! -O tom de voz aumentou um pouco- Onde você se meteu?
-Estou em uma boate.
-QUE?
-Louis, calma, deixa eu falar! -Pedi, fazendo voz de coitada- Eu sei que você não gosta quando eu venho sem você e tals, mas hoje, depois que você saiu daqui de casa, a Maria apareceu aqui me convidando e eu aceitei.
-Ah, você aceitou? -Perguntou, super debochado.
-Sim, aceitei e já me arrependi porque está horrível aqui. E eu só liguei pra pedir desculpas.
-Sério que você quer pedir desculpas agora?
-Eu sei, sou a pior namorada do mundo. Mas tudo o que eu mais quero agora é sair daqui porque eu não aguento mais! Esses idiotas não param de colocar a mão na minha bunda e...
-DROGA, S/N, VOCÊ SÓ SE METE EM CONFUSÃO, HEIN! -Não pude nem concluir. Quando ele ouviu "idiotas" e "minha bunda", não se aguentou- ME FALA ONDE DIABOS É ESSA BOSTA DE BOATE QUE EU ESTOU INDO AÍ AGORA.
-Na minha casa -Falei com a voz baixa.
-S/N, EU.NÃO.ESTOU.BRINCANDO!
-Nem eu, Lou. Eu tô na minha casa -Abaixei o volume da caixa de som, rindo- Estou só brincando um pouquinho com você?
-Você interrompeu meu jogo para me deixar nervoso, S/n? Sério isso? O que eu faço com você?
-Me enche de beijos. 

Harry:
Desafio: Mandar a foto de um teste de gravidez com o resultado positivo.

Mandei a foto e ele visualizou na mesma hora. Meu coração acelerou porque, mesmo que seja uma pegadinha, a resposta dele seria importante para mim. Já pensou se ele diz que não quer ser pai um dia? Eu ia ficar extremamente decepcionada e iria considerar até o término do nosso relacionamento. Eu quero muito ser mãe um dia.

"Isso é sério?" ele respondeu. Fiquei um pouco nervosa, mas mesmo assim continuei.
"Sim".
"Se for menino, o nome vai ser Noah, já estou avisando."

Abri um sorriso gigante na mesma hora. Meus batimentos cardíacos foram voltando ao normal aos poucos e eu fiquei relaxada de vez. Comecei a pensar no que responderia:

"Amor, foi só uma brincadeira. Mas fiquei feliz de saber que você agiria dessa forma se fosse verdade. Eu te amo."

"S/n, droga!!! Já estava juntando todo o meu conhecimento sobre mulheres grávidas e bebês recém-nascidos. Não faz mais isso, mulher!"

Liam:
Desafio: Falar que quer terminar porque está gostando de outra pessoa.

Ele já tinha me mandado uma mensagem há 20 minutos, avisando que estava saindo de casa. Enquanto esperava, ensaiei minhas falas, coloquei a câmera na melhor posição e torci para que ele caísse na minha atuação.

A campanhia tocou e lá estava ele atrás da porta, com uma carinha profundamente fofa. Entrou sorrindo e veio me dar um selinho, mas eu desviei, com a maior cara de séria que consegui. Acho que estava me saindo bem porque ele franziu a testa logo em seguida.

-Que foi? Está chateada comigo?
-Não, eu só preciso conversar uma coisa séria com você -Engoli em seco.
-O que aconteceu, S/n?
-Vamos sentar? -Apontei para o sofá. A câmera estava posicionada ali perto.
-Você está me assustando, baby -Disse, me encarando sério. Suspirei. Não seria fácil continuar com aquilo se ele continuasse agindo adoravelmente.
-Não quero te assustar, desculpa. Mas o que eu tenho para falar é realmente sério.
-Ok, vamos conversar -Desviou seus olhos dos meus- Passei na doceria e comprei donuts para nós, mas nem quero mais comê-los.

Meu Deus, ele comprou donuts! Tenho o melhor namorado do mundo.
Nos sentamos e ele ficou me encarando. Parecia que ele estava desejando que meus olhos dessem a resposta para ele do que estava acontecendo. Por um momento fiquei com pena. Mas depois me lembrei que ele tinha feito uma pegadinha comigo no mês passado.

-Então, eu... Eu nem sei como falar isso, Liam -Passei a mão pelos cabelos.
-Acabe logo com isso! Está me assustando. Alguém morreu? -Ficou preocupado.
-Não, ninguém morreu. Quer dizer... Algo morreu -Payne me olhou fundo nos olhos- Nosso namoro... Eu não quero mais.
-O que? -Falou, baixinho, ainda me encarando nos olhos. Foi difícil continuar.
-Eu não quero mais, Liam -Abaixei a cabeça, evitando o contato visual- Estou gostando de outra pessoa.
-S/n, eu... O que? Como assim está gostando de outra pessoa?
-Eu não sei, Liam, eu só não gosto mais de você.
-Como você pode dizer isso na maior facilidade? -Ele deu um pulo do sofá, parecendo realmente muito bravo. E magoado.
-Não está sendo fácil, ok? -Me levantei também, ficando de frente para ele- Eu tive que tomar muita coragem para te falar isso.

Ele não disse nada, continuou me encarando. Depois, me deu as costas e começou a andar de um lado para o outro, mexendo nervosamente nos cabelos.

-Quem é o infeliz?
-Como?
-Quem é o babacão por quem você está apaixonada, S/n? HEIN? -Virou-se para mim, com raiva nos olhos- ME DIZ AGORA QUEM É ESSE CAFAJESTE.
-Primeiro, se acalme -Pedi, com a voz baixa.
-Ah, você quer que eu me acalme? -Riu, irônico- Como que eu vou me acalmar, se a minha namorada me diz que simplesmente não me ama mais e quer terminar o namoro?
-Eu sei que é difícil, Liam, mas eu...
-DIFÍCIL? Em que mundo você vive, garota? -Se aproximou mais uma vez- Estávamos super bem um com o outro e do nada você me diz que não quer mais?
-É, Liam. Eu gosto de inventar algumas coisas, as vezes. Sou criativa -Disse, sorrindo- É só uma brincadeirinha. Dá um olá para aquela câmera ali -Disse, apontando para o aparelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário