IMAGINE. LEIA. NAVEGUE.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

You don't know who I am? Part. VI

Resultado de imagem para louis tomlinson tumblr 2017

Em menos de meia hora na casa da família do Tomlinson e eu percebi que eles eram uma família sensacional. Eu me dei bem com todas as lindas irmãs dele e ainda peguei os mais novos gêmeos no colo. É uma linda família e isso ninguém pode negar.

-...Aí, S/n, o Louis cisma que ele é uma péssima pessoa, mas ele é muito fofo comigo, você tem que conhecê-lo -Lottie falava para mim do garoto que ela estava afim.
-Se ele gosta de você e é legal contigo, não ligue para o que o Louis fala. Isso é coisa de irmão ciumento, super protetor... -Aconselhei, fazendo-a sorrir, mas Louis ficou indignado.
-S/n, para de ensinar isso para minha irmã! Ela mal saiu das fraldas.
-Louis, eu tenho quase 16 anos, por favor! -Charllote revirou os olhos.
-Nossa, muito adulta! -Tomlinson zoou a irmã e os dois começaram a trocar caretas, me fazendo gargalhar. O humor estava no sangue dessa família.
-S/n, você quer brincar com a gente de boneca? -Daisy e Phobe, as gêmeas mais simpáticas que eu já vi, me perguntaram juntas.
-Mas é claro! Cadê as bonecas de vocês?
-Nós vamos pegar! -Falaram e correram para o andar de cima como o The Flash.
-Elas vão te perturbar pelo resto da noite -Tomlinson avisou, me fazendo rir.
-Não tem problema, eu gosto de criança.
-Gente, o jantar está pronto -Johanna apareceu na sala, e em seguida, todos foram para a cozinha.

Nos acomodamos na mesa e eu rapidamente procurei um lugar ao lado do Louis, porém, Charllote e Felicite começaram a discutir para ver quem sentaria ao meu lado. Eu comecei a rir, junto com todo mundo.

-Hey, parem de brigar por uma coisa que já está decidida! -Louis falou alto e sua voz sobressaiu a todas as risadas- S/n vai sentar ao meu lado, é minha convidada.
-Ah, só porque você está afim dela! -Doris gritou e todo mundo ficou olhando para ela.
-Cala essa boca, sua pirralha -Tomlinson pediu, mas ele estava rindo, o que me deixou confusa porque eu estava morrendo de vergonha.
-Ele contou para nós que gosta de você, S/n -Doris voltou a falar, só que agora ela olhava para mim, e eu sorri, sem saber o que fazer.
-Ele falou, é? -Perguntei, só para ter um tempo para pensar, só que ela assentiu prontamente- Será que é verdade?
-Pode apostar que é... -Felicite murmurou e então, Johanna começou a servir o jantar.
-S/n, Louis comentou que você trabalha numa empresa que publica revistas... -A mãe do Lou, uma mulher muito doce, começou a conversa.
-É, verdade. Sou a editora-chefe.
-Que legal! -Os olhos de Daisy brilharam- Mas o que faz uma editora-chefe?
-Eu faço várias coisas, Daisy. Tenho que escolher conteúdos, capas, as notícias.
-Eu posso ir um dia no seu trabalho? -Phoebe perguntou.
-Também quero! -Doris gritou.
-Então eu também vou! -Felicite afirmou e eu comecei a rir.
-Mas é claro! Por quê não? Posso pedir ao Louis para levar vocês, né, Lou? -Olhei para ele que fez uma careta- Ele pode, meninas! -Respondi por ele.
-Você chama o Louis de Lou que nem a nossa vizinha Jenifer -Charllote disse.
-Ah, eu já tive o prazer de conhecê-la -Respondi, sorrindo e Louis se engasgou ao meu lado de tanto gargalhar, fazendo suas irmãs e sua mãe não entenderam nada.
-Nós não gostamos muito dela -Felicite fez cara de nojo- Ela dá em cima do Louis na maior cara de pau! Chega a ser ridículo.
-Jura? -Me interessei naquela conversa e Tomlison não parava de rir- Me contem tudo o que eu preciso saber sobre essa menina, gente! -Então elas começaram a rir.
-Isso é ciuminho de irmã, S/n -Johanna disse, fazendo as meninas reclamarem ao mesmo tempo, o que foi bem engraçado.
-Não é ciúmes, porque eu estou adorando a S/n. Ela ficaria muito bem namorado o Louis. Melhor que a Eleanor, até -Charllote disse e todas as meninas concordaram.
-Mas a Eleanor parece ser legal.
-Você a conhece?
-Ela é a nova modelo lá do trabalho.
-Ai, demiti ela! -Phoebe disse, fazendo todo mundo rir.
-A Els é legal, mas a gente tá triste pelo o que ela fez com o Louis -Felicite comentou.
-Entendi...
-Vamos falar de coisa boa, né? Não das garotas putas da vida! -Louis disse e a mãe dele logo o repreendeu.
-Filho, não fale isso na frente das suas irmãs. No seu apartamento você fala o que quiser, mas aqui não!
-Mãe, você tá brigando comigo na frente da S/n? -Ele realmente nunca perdia o humor.

[...]

Ao me despedir de todas, tive que prometer que eu ordenaria que Louis a levassem algum dia no meu trabalho. E CLARO que ele vai fazer isso.

Louis me levou no portão e eu não pude deixar de comentar:

-Suas irmãs são muito fofas, meu Deus!
-Fofas e fofoqueiras -Ele revirou os olhos e eu comecei a rir.
-Aquilo era verdade?
-Aquilo o quê? -Se fez de desentendido.
-O que a Daisy falou!
-Vish... O que ela falou mesmo? Eu não me lembro -Ele continuou fingindo.
-Ela falou que você disse para elas que gostava de mim, Louis! -Afirmei, de uma vez.
-Ah, verdade, agora eu me lembrei... -Ele coçou a cabeça, desviando o olhar.
-Então. É verdade? -Cutuquei seu braço, me divertindo.
-Se for, vai mudar alguma coisa? -Ele cruzou os braços e me olhou fundo. Me arrepiei involuntariamente.
-Eu não sei, ué... -Dei de ombros- Mas é verdade?
-Talvez seja.
-E por que você não me disse?
-Porque eu não sou que nem esses homens que gostam de uma menina e falam para ela.
-Entendi.
-Vai mudar algo? -Ele voltou a perguntar.
-Em que sentido você fala? -Agora eu me fiz de desentendida.
-S/n! Qual é -Ele sorriu- Você quer ser mais que minha amiguinha?
-É uma proposta tentadora -Disse e nós rimos- É que você acabou de sair de um relacionamento. Acha que está pronto para entrar em outro?
-Só se for com você... -Meu mundo desabou com tanta fofura, e por isso, não evitei em sorrir. Aliás, isso é o que eu mais faço quando estou com ele.
-Tem certeza? -Perguntei, mais uma vez, olhando-o fundo. Louis veio se aproximando de mim vagarosamente e com isso, minhas pernas começaram a ficar trêmulas.
-Aceita logo, vai... -Pediu, com a voz baixinha e o rosto quase colado no meu- Eu nunca tive tanta certeza.
-Eu acho que sou mais difícil que a Eleanor. Não vou querer você na presença dessa Jenifer sem mim por perto -Tive que dizer.
-Adorei -Ele sorriu e depois envolveu um braço na minha cintura- Sempre quis ter uma namorada ciumenta.
-É agora que suas fãs começam a me odiar?
-Como assim?
-Eu aceito namorar com você, Louis Tomlinson -Expliquei, sorrindo de orelha a orelha.
-Então, respondendo sua pergunta, sim! É agora que elas vão te odiar, mas eu te amo, isso que importa -Então ele deu um sorriso antes de engolir com seus lábios macios e quentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário