IMAGINE. LEIA. NAVEGUE.

domingo, 27 de julho de 2014

Inimiga da escola

Imagem relacionada

Eu e Zayn nos víamos todos os finais de semana. E aquele dia era um sábado. Desde a semana anterior nós tínhamos combinado de irmos à uma baladinha perto da minha casa para curtir, dançar e tudo mais. Eram umas 17:00 e eu estava começando a me arrumar (estava de toalha) quando ele chegou...
Abri a porta disse:

-Oi, amor, chegou cedo!
-Fiu fiu -Assobiou.
-Idiota!

Ele entrou e demos um selinho.
Como eu já havia tomada banho, ele foi tomar uma ducha. Enquanto isso, eu penteei meu cabelo, escolhi meu look. Ele saiu do banho e já ia tirar a toalha, quando eu falei:

-Para, amor... Coloca uma cueca, né?!
-Parece que nunca me viu assim... -O encarei e ele finalmente respondeu- Ok, ok...

Já passavam das 19:00 e já estávamos prontos e a caminho da balada.

-Espero que seja boa -Zayn falou.
-Você nem chegou e já está reclamando.

Chegamos na tal balada e até que a fachada era bonitinha. Entramos e só o que víamos eram pessoas se beijando, dançando e bebendo. Começamos a dançar e brindar (no meu caso, eu brindava coca-cola).
O tempo passou e era 01:00 da manhã e Zayn já estava completamente bêbado, já não estava conseguindo falar, nem reconhecia as pessoas, não sabia quem EU era. Já estava na hora de ir para casa.

Fui pegar uma água para mim e para ele, eu estava super cansada e ele era a pessoa que mais necessitava de água naquele momento. Quando voltei, vi a minha "inimiga" do tempo da escola, sentada, repito, SENTADA no colo e aos amassos com o MEU namorado. Na mesma hora eu larguei tudo e saí correndo:

-Sua vadiaaaaa! Saí daí! -Ela desgrudou a língua da boca do Zayn e falou:
-Ele está solteiro, meu amor! E eu também.

Naquele momento eu queria pular no pescoço dela e dizer umas boas verdades, MAS me controlei (infelizmente) e disse:

-Solteiro uma óva!!! -E fomos lá para conversar... (ou brigar). Não quis nem saber... Naquele momento, meu corpo ferveu e eu dei um tapa na cara dela. Caímos na porrada. Durante a briga "conversamos":

-Eu não sabia que você namora ele!
-Ah, conta outra! O Zayn é famosos, o mundo inteiro sabe que ele namora comigo! -Fui interrompida:
-Ai, quebrei minha unha! -Berrou a patricinha. 

Essa conversa toda aconteceu durante socos, chutes e puxadas de cabelo. Paramos a briga e antes dela ir embora falei a última coisa:

-Você se aproveitou do Zayn nessa situação, você já me fez sofrer muito no passado, não aparece mais na minha vida! 

Depois dessa frase sofrida ela foi embora sem dizer nenhuma palavra. Voltei para dentro da balada para buscar o Zayn e ir para casa. Fui dirigindo.
Quando eu cheguei em casa pensei um pouco: Não posso culpar o Zayn pelo ocorrido, por ele estava inconsciente. Havia tomada uma decisão: Iria conversar com ele pela manhã.

Depois de uma longa noite de sono...

-Bom dia, meu amor -Eu falei, acordando o Zayn.
-Bom dia... Tô quebrado.
-Claro, perdi a conta de quantos copos tomou.

No café da manhã:

-Amor, preciso falar com você.
-Fala.
-Ontem, aconteceu uma coisa horrível.
-O que? Não vai dizer que você me traiu.
-Não, relaxa... Está mais para você...
-Ai, amor, desculpa, eu estava bêbado.
-Eu sei, deixa eu te explicar.
-Ok, fala.
-Eu tinha ido buscar água, quando eu voltei, vi a May, minha "inimiga" da escola, sentada no seu colo e te beijando. Brigamos fisicamente e depois ela saiu correndo.
-Ai, eu não estou acreditando, me desculpa... Ah, sou um otário!
-Amor, calma, a culpa não foi sua.
-Obrigada por ser essa namorada maravilhosa. 
-Obrigada por você existir, Zayn. Te amo.

No fim, ele se sentiu na obrigação de se desculpar e me levou para jantar... Awn, fofo, né? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário