IMAGINE. LEIA. NAVEGUE.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

De volta pra você



Assim que vi minha mala passar por aquela esteira, a peguei correndo. Arrastei-a comigo em direção a porta automática de vidro. Sorri ao saber que ele estava me esperando atrás daquela porta. Apressei meus passos com esse pensamento, e o objetivo era acabar com aquela maldita distância que nos separava.

Depois de seis meses em Paris à trabalho, eu só me comunicava com ele pelo skype ou por mensagens. Aquilo já estava me matando, eu precisava vê-lo, sentir o cheiro, o beijo, o abraço dele. Minha saudade é enorme e parece que se aumenta a cada segundo mais.
Quando meu corpo atravessou aquela porta de vidro, passei meu olhar para todos ali presente.

-(S/N)! -Gritaram meu nome e eu tinha certeza de que conhecia aquela voz. Olhei em volta de tudo e então eu o vi. Vi o amor da minha vida. Ele estava tão lindo. Bem mais forte, mais sexy, mais gato, mais maravilhoso, mais meu. Abri um enorme sorriso e as lágrimas de alegria estavam prestes a cair, mas então eu comecei a correr em direção a ele, e me joguei. Me joguei em seus braços, sentindo finalmente o seu cheiro. Cheiro esse que eu tanto senti saudades. Era tarde demais, as lágrimas caíram.
-Liam, que falta você fez... -Sorri ao afundar ainda mais meu rosto em seu pescoço- Eu estava sentindo tanta saudade desse seu cheiro, seu abraço -O apartei ainda mais.
-Se eu ficasse mais um dia sem você, acho que entraria em depressão -Ri, mesmo achando aquela fala horrível. Depressão? Por favor, não!
-Não fala besteira, Payne! -Dei um tapinha de leve nele.
-Não é besteira, é a verdade! -Nos soltamos do abraço e ele sorriu totalmente fofo ao ver meu rosto molhado pelo choro. Limpou uma lágrima, e me deu um selinho demorado.
-Eu nem acredito que estou aqui com você! Depois de seis longos meses.
-Eu acredito e não poderia estar mais feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário