IMAGINE. LEIA. NAVEGUE.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Futebol




 Era dia de jogo do Brasil contra a Inglaterra, e eu, como uma brasileira orgulhosa do meu país, fui ao estádio, pra torcer pelo Brasil!
        Fiquei em um lugar bem legal no estádio, era uma parte da arquibancada de onde eu conseguia ter uma visão muito boa de tudo! 
         O jogo estava 0X0 ainda, quase que o Brasil faz um gol, mas o goleiro filha da mãe da Inglaterra agarrou, eu pulei, mas ok... 
        Mas eu estava crendo que o Brasil levaria essa vitória!
Eu estava concentrada no jogo, quando chega alguém e me cutuca:

xx- Hey, moça!

Eu: Oi -olhei pro menino, que era lindo por sinal, mas torcedor da inglaterra- 
xx- Acho que está concentrada demais no jogo, e não viu seu celular cair no chão.
Eu: Ah, obrigada -sorri- me salvou, hein! Acho que aconteceu quando eu fui pular, esse jogo está tenso -ri-
xx- Verdade, mas a Inglaterra ganha esse jogo fácil -ele disse sem se importar-
Eu- Como é que é, colega? -virei pra ele o encarando- 
xx- Louis, prazer. E é isso mesmo que eu disse: Inglaterra ganha fácil!
Eu: Louis, acho que você está um pouco enganado.. Brasil que ganha essa partida, olha nossos jogadores, nosso time tem RAÇA!
Louis: Então vamos ver até o final do jogo, gata.
Eu: Não me chamo "gata"!
Louis: Você ainda não me disse seu nome!
Eu: Meu nome é (seunome), agora que já...- a torcida me interrompeu
Torcida: GOOOOOOOOOOL! AAAAAAAAAAAH -Brasil tinha feito um gol! eu gritei na cara do Louis, dei um abraço nele, pulando em cima dele, literalmente!
Eu: Louis, acho que seu time não ganha hoje, hein!
Louis: Quer fazer uma aposta? -ele disse convencido-
Eu: Tô dentro! -entrei no desafio-
Louis: Se a Inglaterra ganhar, você me dá um beijo, e se o Brasil ganhar...
Eu: Você me paga um sorvete! u.u
Louis: Pode ser, Brasil vai perder mesmo, você vai ter que enconstar seus lábios nos meus.
Eu: Vamos ver então, Louis! 

Ficamos assistindo o jogo atentamente, até que o placar final foi: Brasil 2X0 Inglaterra. Dei língua pro Louis, que parecia frustado, mas eu tava feliz, zoei muito ele!


Louis: Acho que vou ter que te pagar um sorvete! -disse desapontado-

Eu: Acha não, vai! -ri- Pode vindo!

Fomos caminhando até o estacionamento, peguei meu carro, e ele pegou o dele, e pediu para que eu seguisse ele! Chegamos a uma sorveteria enorme, onde poderíamos nos servir e tals. Fizemos isso! Ele pagou nossos sorvetes, e sentamos numa mesa:


Louis: Não acredito que perdi essa aposta, queria tanto um beijo seu!

Eu: Ah, Louis, não fica assim, eu também nem costumo dar beijos em estranhos.
Louis: Tá me chamando de estranho, (seunome) ?!
Eu: Talvez. -sorri e ele me encarou- brincadeira! -ri, e ele também-

Terminamos de comer nossos sorvetes, e quando fomos pegar nossos carros, ele falou comigo:


Louis: (seunome), me dá seu número, pra gente manter contato e tals?

Eu: Claro, aqui xxxx-xxxx.
Louis: O meu é xxxx-xxxx... Tchauzinho -ele ia abrir a porta do carro dele, já estava de costas pra mim-
Eu: Louis ? -chamei, e ele virou pra mim novamente- 
Louis: Oi ?
Eu: -olhei para um lado e pro outro, meio indecisa, e depois o peguei pela nuca e o beijei. Demorou um pouco, foi bom, gostoso. As mãos grossas dele agarradas em minha cintura, me fazendo ficar mais perto dele. Paramos o beijo por falta de ar- Não se acostuma, tá ? -virei as costas, entrei no meu carro 'rebolando' meu bumbum, e quando entrei, ele ainda estava paralisando em frente a porta de seu carro -LOUIS? Acorda!! -ri, abaixando minha janela-
Louis: Isso foi real?
Eu: Sim, seu palhaço.
Louis: Porque entrou no carro daquela forma? Estava provocando já, hein!
Eu: Provocar? comigo mesmo -mordi os lábios-
Louis: Safada gostosa.
Eu: Hey! -gargalhei- Me liga, gato- mandei beijo pra ele no ar e dei partida no carro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário